Caqui: a fruta oriental que se adaptou ao clima tropical

Caqui: a fruta oriental que se adaptou ao clima tropical

Fruta originária da China e Japão, o caqui se deu muito bem no Brasil devido ao clima tropical, sendo cultivada em praticamente todo o país. É excelente fonte de vitaminas E e C – responsáveis pela defesa e manutenção do organismo – e sais minerais como fósforo, cálcio e ferro.

Outro componente fundamental para manutenção da saúde, presente no caqui, é o betacaroteno, importante antioxidante que combate a formação de radicais livres. Desta forma, o caqui torna-se um alimento essencial para a visão, unhas e cabelos, além de auxiliar o desenvolvimento ósseo.

Durante a compra, o produto deve estar com coloração uniforme, firme e livre de rachaduras. Recomenda-se consumo in natura. Quando feito suco, este deve ser consumido logo após o preparo, pois apresenta alterações de sabor e perde-se vitaminas.

A colheita compreende o final de janeiro até agosto, cujo pico de safra se dá entre os meses de março e maio.

Conservação: quando adquirido maduro, armazenar sob refrigeração por até 5 dias. Quando ainda verde, deve ser mantido fora da geladeira até amadurecer.

Receita
Geleia de Caqui

Ingredientes:
1 ½ caqui maduro
1kg de açúcar
½ limão
1 copo de água
Preparo

Retirar os cabos do caqui e lavá-los um a um. Descasque-os, passe por uma peneira e reserve. Leve a água e o açúcar ao fogo brando até dissolvê-lo. Acrescente a casca de limão. Retire a casca de limão e coloque o caqui. Cozinhe em fogo brando e mexa até engrossar. Quando esfriar, guarde em vidros previamente higienizados e secos e feche bem.

 

Autor: Luiza Catarina Oliveira

Fonte: Ceasa Campinas

Compartilhar matéria:

Posts relacionados

Agradecimento do Presidente da ABRACEN Safra da goiaba reduz preço da fruta em 20% Presidente da Abracen visita Ceasa Curitiba Produtores da CeasaMinas destacam benefícios do Pronaf

Deixe seu comentário