Banana, uma fruta universal

Banana, uma fruta universal

A banana é uma fruta de consumo universal, e segundo a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), é a fruta mais consumida pelos brasileiros e a segunda no mundo. É rica em carboidratos e potássio e em vitaminas A e C.

As bananeiras existem no Brasil desde antes do seu descobrimento. Quando Cabral aqui chegou, encontrou os indígenas comendo in natura bananas de um cultivar muito digestivo que se supõe tratar-se do “Branca” e outro, rico em amido, que precisava ser cozido antes do consumo, chamado de “Pacoba” que deve ser o cultivar Pacova. É interessante lembrar que a palavra pacoba, em guarani, significa banana.

O Brasil é o segundo maior produtor mundial de banana, com 9,80% do total, e para os brasileiros em geral, ela não é apenas uma fruta, mas um complemento de sua alimentação diária. O maior produtor e consumidor é a Índia.

A banana é apreciada por pessoas de todas as classes e de qualquer idade, que a consomem in natura, frita, assada, cozida, em calda, em doces caseiros ou em produtos industrializados.

A importância da bananicultura varia de local para local, assim como de país para país. A produção brasileira de banana está distribuída por todo o território nacional, sendo a região Nordeste a maior produtora (34%), seguidas das Regiões Norte (26%), Sudeste (24%), Sul (10%) e Centro-Oeste (6%). A área plantada no Brasil é de cerca de 520 000 ha, dos quais a Bahia participa com cerca de 48 293 ha, ocupando a terceira posição no cenário nacional.

Segundo levantamento do Prohort são comercializadas anualmente cerca de 662.963.319 Kg de bananas nas Ceasa de todo Brasil, sendo 30.238.067kg para a Ceasa Campinas (2014), uma representatividade de 4,6% do total comercializado nacionalmente.

O grande volume de bananas nos mercados, pode ser explicado por vários fatores, entre os quais destaca-se a possibilidade de produção continuada durante todo ano.

Fonte: Ceasa Campinas

Compartilhar matéria:

Posts relacionados

Agradecimento do Presidente da ABRACEN Safra da goiaba reduz preço da fruta em 20% Presidente da Abracen visita Ceasa Curitiba Produtores da CeasaMinas destacam benefícios do Pronaf

Deixe seu comentário